sábado, 17 de junho de 2017

Hugo Leal - Diferente.

Não falta criatividade na cabeça desse rapaz, ele sabe ser diferente e leva a vida inventando seu próprio modo de ver a vida e lidar com as pessoas. Sempre uma surpresa, lidar com ele. A começar por essas fotos aqui. Aconteceram num momento em que ele soube aparecer e jogar seu charme, para que fluísse as fotos com a Mala da Fama.
Quer seja fazendo teatro, no OFICENA, ou lidando com a linguagem circense, no seu grupo "Meu Vizinho Trapezista", ele faz da arte um exercício pleno de liberdade e amor. Palhaçeando aqui e ali, vai movendo sua poesia em direção à sua busca maior. Viver em paz com os amigos e sempre levando adiante sua energia circense. Este é o querido Hugo Leal, que bem poderia ser "Hugo Legal"!







sábado, 10 de junho de 2017

Celso Guimarães - Cabeça de artista!


Celsinho, como é chamado carinhosamente pelos integrantes do OFICENA - Curso Livre de Teatro, do Teatro Municipal de Cabo Frio, já viveu diversas experiências no seu devir teatral. Conquistou seu espaço, sempre, se pensando num imenso coletivo artístico, que é a cidade. Desde os idos de 2014, quando ingressou no curso, Celso já fez parte do elenco do Auto da Compadecida, O Inspetor Geral, e de todo o repertório do TCC - Teatro Cabofriense de Comédia, grupo que fez parte durante um ano e meio e foi, praticamente, co-fundador.
Com seu espírito colaborativo, hoje, faz parte da equipe do Cine Mosquito, Fest Solos e Poesia de Cena e, atualmente, se descobriu como dramaturgo, dedicando-se e escrevendo no NUDRA - Núcleo de Dramaturgia Livre. Participou de oficinas no Teatro Quintal, além da prática de montagem. Atualmente, investiga sua linguagem cênica, também, com outros diretores da cidade.
Muito bom fotografá-lo com suas mais recentes personas.

Exercitando sua energia criativa pessoal, crescendo na arte de atuar.





Míster Phodasse - Na cabeça do artista, também tem espaço para o escracho!

domingo, 4 de junho de 2017

Hedionda Pertovic, via Wesley de Abreu.

Um jovem muito simpático e comunicativo, estudou teatro no OFICENA - Curso Livre de Teatro do Teatro Municipal de Cabo Frio. Dedicou-se até o momento em que criou sua personagem e saiu pelo mundo. Hoje, Hedionda é uma Drag Queen que já está ficando conhecida na região. Promessa de muita arte, diversão e descoberta, numa linguagem que poucos conseguem dominar. O trabalho de uma Drag envolve uma estética arrojada, com mergulhos que precisam ser bem definidos através da maquiagem e um figurino perfeito. Este é o mundo mágico deste artista que já vem despertando olhares...









Andressa Monteiro - Juventude arejada...

Com olhar crítico e participação ativa na vida cultural de Buzios e Cabo Frio, Andressa não economiza seu charme de quem ocupa a cidade em toda a sua extensão. Mostra-se sempre participativa, tem sede de saber o que acontece e registra muito da fluidez artística na cidade. 
Estudante de comunicação, na Veiga de Almeida, está sempre antenada. Já a vi no Cine Mosquito, o Cine Clube mais antigo de Cabo Frio, e costumo ir no Conhecinema, que é o Cine Clube onde ela participa como integrante da equipe, super organizada. 
Fotografei-a com a Mala da Fama no evento PASSAGENS, um incrível momento que fez a ligação afetiva entre os bairros de Cabo Frio. Muita reflexão, poesia e diversidade na praça!







sábado, 3 de junho de 2017

Rodrigo Cintra um agitador cultural da Região dos Lagos.

Cintra é um cara incrível, está sempre pras bandas de Cabo Frio, onde faz faculdade de Comunicação, na Veiga de Almeida. Agitando aqui e ali, ele acha tempo pra estiar nos eventos da cidade. Um sério candidato à lista dos ONIPRESENTES da Região dos Lagos. Fiz sua foto com a mala da fama, aproveitamos para uma gloriosa sequência e ele se divertiu muito. Segue o resultado.









sexta-feira, 2 de junho de 2017

Passagens - Um evento que é a cara da Mala da Fama!

Os estudantes de Comunicação, da Veiga de Almeida, fizeram bonito na Praça São Cristóvão. Foi lindo, perceber uma ocupação tão poética de um espaço público. Uma ocupação com reflexão, arte e muita energia positiva. Uma juventude articulada e antenada, mostrando que a praça é uma pequeno paraíso na terra, onde muitas energias se cruzaram para que tudo pudesse acontecer.
Capitaneados pelo professor Daniel Paes, foi incrível perceber, que havia toda uma discussão e reflexão, um sentir, um pensar e uma troca intensa, onde a cidade e seus bairros eram protagonistas. A poesia e as sensações, pisando cada pedrinha da Polis! Valeu, galera, a Mala da Fama esteve lá. Foi bom poder aportar com nosso belo "objeto inútil"!





quinta-feira, 1 de junho de 2017

Carlos Careqa e Arrigo Barnabé, com a Mala da Fama!

Foi incrível, encontrar, em 2005, meu amigo Carlos Careqa, que já era um sucesso em Curitiba, quando eu ainda engatinhava como mímico, no final dos anos 80. Juntos, nós fizemos parte da Ex Cola de Samba - Unidos do Botão, a menor escola de samba do Brasil, que tinha carros alegóricos puxados por barbante e cujo cartola era, nada mais, nada menos que Helio Leites e a porta bandeira, a querida Kátia Horn.
Eis que, em 2005, no CCBB tive o prazer de assistir  a uma ópera experimental com Carlos Careqa e Arrigo Barnabé. Foi correndo lá, para fotografar os dois, com a Mala da Fama e tive a alegria de ser bem recebido. Foi uma grande curtição, estar com os dois juntos e ainda ser convidado para subir no palco, depois de assistir a um belo espetáculo, permeado de música experimental e psicanálise.







Carlos Careqa e Arrigo Barnabé - 2005.